08 de Agosto de 2020

He-Man e João Paulo, a luta para voltar aos gramados depois das lesões

Uma rotina de dor, medicamentos, fisioterapia e esperança: voltar o quanto antes aos gramados. O goleiro João Paulo e o lendário volante Clayton He-Man, do Manaus FC, vivem dias de luta no departamento médico do clube. Um trabalho duro em busca dos dias glória. João passou por uma meniscectomia parcial no joelho esquerdo. Já He-Man foi submetido a uma cirurgia para a reconstrução do Ligamento Cruzado Anterior (LCA), no joelho esquerdo.
O semblante de He-Man carrega a tristeza de quem já está há praticamente dois anos longe dos gramados. “Eu não desejo uma lesão dessas nem para o meu pior inimigo”, diz o jogador que, apesar de toda frustração, traz firme nas palavras a certeza de que vai dar a volta por cima.


“Eu quero encerrar minha carreia jogando. Não quero parar minha carreira desse jeito, machucado, com lesão. Eu quero glorificar o nome de Deus pelo que ele fez na minha vida e depois de três cirurgias voltar bem, voltar 100% sendo campeão”, desabafa o atleta, que sofreu a primeira lesão em março de 2018, voltando a ter o mesmo problema, no mesmo local no ano passado.

He-Man e João Paulo, a luta para voltar aos gramados

“Fiz tratamento de seis a sete meses depois da primeira cirurgia em 2018. Voltei a treinar em janeiro de 2019 e voltou a romper no mesmo lugar. Nesta segunda cirurgia, o médico explicou que eu tinha que fazer o procedimento em duas etapas. A primeira foi para retirar o parafuso e fazer um enxerto e esperar cinco meses para cicatrizar. Com a pandemia a cirurgia teve de ser cancelada e só fiz o procedimento no dia 25 de junho”, explica He-Man, que fala com gratidão a todo aporte que está recebendo no clube. “Eu não tenho o que falar do Manaus, do presidente, da diretoria... Todos me deram todo o apoio na questão das cirurgias, dos tratamentos. Me deram todo o suporte, então eu fico feliz. Tem clube que quando você se machuca, eles te largam. E o Manaus foi diferente, por isso que o Manaus está onde está”, declara He-Man.

Goleiro

He-Man e João Paulo, a luta para voltar aos gramados
Enquanto He-Man segue uma estrada maior rumo à recuperação, o goleiro João Paulo já projeta o retorno. “A cirurgia foi toda bem-feita, a assistência, a cirurgia, o pós-operatório, a fisioterapia. Agora estou partindo para reta final. É claro que uma lesão deixa o psicológico um pouco abalado e a gente tem que ter cabeça, pensar positivo”, diz o jogador.
Responsável pelo setor de fisioterapia do Manaus FC, Régia Oliveira comenta o tratamento dos atletas. “João Paulo e o He-Man têm feito trabalhos de reabilitação no próprio departamento médico do clube. Lá eles têm o suporte completo, realizando toda a parte de fisioterapia diariamente com analgesia, alongamentos, fortalecimento e propriocepção”, explica.


Aporte
O presidente do esmeraldino, Luis Mitoso fala sobre a recuperação dos atletas. “O Manaus FC mostra o compromisso com os seus atletas, no dia a dia, no cuidado, na recuperação para que eles possam voltar bem às suas atividades. Todo este trabalho de recuperação dos atletas é possível graças a Samel, que é nossa patrocinadora, e que oferece um tratamento de alto nível em termos de medicina esportiva”, finaliza Mitoso.

 

Deixe seu comentario

Patrocinadores