08 de Agosto de 2020

Departamento médico descarta cirurgia no volante Panda

Uma boa notícia vinda do departamento médico do MANAUSFC. O volante Panda, que sofreu uma pequena fratura no braço esquerdo esta semana, durante um treino, não precisará passar por cirurgia. Ao longo da semana o jogador passou por exames mais detalhados que descartaram a necessidade de uma intervenção cirúrgica. 

O vice-presidente do departamento médico de futebol do Gavião do Norte, o médico Lucas Navarro Mitoso deu detalhes sobre o quadro clínico do atleta. “O resultado da tomografia foi aquilo que a gente esperava. A gente tinha o receio de ser uma fratura mais complexa, que tivesse algum fragmento de osso dentro da articulação do cotovelo, mas não tem. É uma fratura um pouco mais simples. É uma fratura média do processo coronoide do cotovelo, e ele vai ficar três ou quatro semanas imobilizado e depois vai para a fisioterapia, para retornar os movimentos do braço. Depois disso, a gente entrega para o departamento físico do Manaus para que ele seja reabilitado para jogo”, explica Lucas.

Esperança
O volante tem a esperança de voltar o quanto antes aos gramados. “É uma sensação diferente do tipo: dias de luta, dias de glória. Infelizmente aconteceu comigo, mas poderia ser com qualquer companheiro. A sensação não é boa de sofrer uma lesão na véspera da estreia, mas na profissão da gente estamos sujeitos a tudo. Agora é procurar fazer o tratamento intenso para voltar o mais rápido possível. Creio que dentro de um mês no máximo, o Panda vai estar de volta para ajudar os companheiros a buscar sempre as vitórias”, disse o jogador.
Além de Panda, quem também está no departamento médico do clube é o volante Gilson, que sofreu uma entorse no joelho, e não joga contra o Vila Nova (GO).

Deixe seu comentario

Patrocinadores